Sua versão do navegador está desatualizado. Recomendamos que você atualize seu navegador para uma versão mais recente.

Longa Estrada

No tempo de nossas avós, as mulheres eram basicamente esposas, mães e donas-de-casa. A partir dos anos 70 muitas se convenceram que só teriam uma completa realização se participassem também do mundo corporativo. Mas já nos anos 90 bateu uma incerteza porque para dar conta de tudo elas precisavam ser “mulheres super poderosas”. E hoje, mesmo tendo uma infinidade de oportunidade de escolha, muitas se sentem bem-sucedidas em seus trabalhos, mas inadequadas como mães, insatisfeitas ou não valorizadas em seus empregos e forçadas a trabalhar por pressão econômica ou por expectativa da sociedade.

Atualmente as mulheres já são maioria da população brasileira e ultrapassaram os homens nas cadeiras universitárias. Passaram a ter filhos mais tarde e já são responsáveis pelo sustento das famílias em 37,3% dos lares, segundo dados do IBGE.  Lançando luz ao comportamento da força de trabalho feminina no Brasil nos últimos 30 anos, os resultados são ainda mais expressivos e chamam a atenção pelo vigor e a persistência do seu crescimento. Entre 1976 e 2007, 32 milhões de trabalhadoras entraram para o mercado de trabalho e as conquistas ainda estão só no começo.

Apesar de ter diminuído o abismo entre homens e mulheres no mercado de trabalho, elas ainda ganham menos que os homens em cargos equiparados e também são minoria em cargos de liderança. Essas questões nos inspiraram não só a buscar discutir o tema, mas a tentar contribuir para equilibrar esses números.

Pensando nesta complexidade da vida da mulher moderna, nosso trabalho se desenvolve focando a carreira da mulher, mas considerando demais fatores como: tempo, dinheiro, saúde, autoconhecimento. Acreditamos que as mulheres conseguem dar foco na carreira quando conseguem ter estes fatores de certa forma equilibrados.

Esta é a base de tudo o que acreditamos e por isso desenvolvemos um material que auxilia as mulheres a identificar, antes de tudo, como se sentem a respeito destes fatores para depois nos aprofundarmos nas questões específicas da carreira com muitas novidades.

 

Pensando sempre em seu desenvolvimento!